APRESENTAÇÃO

Para falar das estações da vida da mulher podemos fazer referência aos ciclos da natureza, sendo eles a primavera, o verão, o outono e o inverno. A natureza regida pelo criador dá um espetáculo da vida em que ocorre um contínuo desabrochar, florescer, murchar e morrer. Apesar de termos datas de início e fim de cada uma das estações da natureza, as mudanças ocorrem silenciosamente quase sempre imperceptível a nós. Na primavera há o despertar das sementes e das flores. No verão surge o calor abundante que envolve e aquece a terra. No outono há um despetalar e o cair das folhas que darão lugar a uma renovação da expressão da natureza, tanto de sua seiva interna quanto do que dela brotar externamente. E o inverno é o preparo para o nascimento de nova vida, com novas cores e perfumes.

Partindo da observação da natureza podemos relacionar suas estações com os ciclos da vida humana que se apresentam numa seqüência ao longo da existência humana. A infância podemos comparar com a primavera, período em que nascemos, crescemos e nos encantamos com o novo. É o desabrochar da vida, da identidade, da personalidade, da confiança, do amor e do afeto na relação com os outros. A adolescência podemos comparar com o outono, o desabrochar do calor, da paixão e do fogo pela vida, que fertiliza a busca por autonomia, independência e por um vínculo com um parceiro para juntamente construir e festejar a vida. A vida adulta podemos comparar ao outono, em que ocorre o despetalar de ilusões e de expectativas baseadas em festa, cor, alegrias e espetáculos, que passam a ser menos relevantes diante de outros aspectos da vida que exigem responsabilidade e compromisso. Também o corpo, os relacionamentos, as funções, entre outros, se transformam. Há um esvaziar do ego oportunizando o amadurecimento do amor, ocorre uma transformação objetiva promovendo o fortalecimento da essência da vida. A velhice podemos comparar com o inverno, é a interiorização, a introspecção estabelecendo a maturidade e a sabedoria do desfecho do ciclo da vida. Não do fim, sendo que se prepara para o recomeço de uma nova vida.

O curso “As Estações da Vida da Mulher” passeia por essas características marcantes na vida da mulher que permitem que cresça em sabedoria, estatura e graça numa dimensão individual, social e espiritual.

 

OBJETIVO

Promover ministrações e reflexões sobre temáticas da vida da mulher para o seu crescimento e amadurecimento.

 

TEMAS

  1. Infância: "os anos de menina".

  2. Adolescência: "a menina transformando-se em mulher".

  3. Vida Adulta: "a mulher jovem adulta e a meia idade".

  4. Velhice: "o culminar do progressivo amadurecimento".

 

REALIZAÇÃO:

  • O curso "As Estações da Vida da Mulher" pode ser solicitado por qualquer grupo de mulheres interessado na tempatica do curso.

  • Os quatro temas do curso são trabalhados em um final de semana, desde sexta feira a noite até domingo ao meio dia. Para cada tema será necessário um período de duas horas.

  • Sugestão para cronograma: 1º tema: sexta feira a noite; 2º tema: sábado de manhã ou tarde; 3º tema: sábado a tarde ou noite; 4º tema: domingo de manhã.

  • Para informações sobre datas disponíveis, investimento, hospedagem, transporte e outros detalhes clique em contato e envie uma mensagem.

 

AUTORIA E COORDENAÇÃO

Clarice Ebert (psicóloga (CRP08/14038), terapeuta familiar, professora e palestrante)

 

O curso "As Estações da Vida da Mulher" é oferecido em parceria com Ministério Vida Melhor.

 

© Por CLARICE EBERT. Psicologia (CRP 08/14038).

  • Facebook
  • Instagram
  • linktree_145348
  • unnamed
  • E-psi
  • LinkedIn ícone social